Wednesday, 17 September 2008

Reencontro

Encontrei-te aqui,

Neste mundo quadrado.

Reencontrei-te no nosso mundo redondo.

Pouco tempo tivemos...

Mas o tempo suficiente.

Suficiente para nos conectarmos...

Eu daqui e tu daí.

Especiais foram os momentos,

Especial és tu!

Cada momento, adorável,

Cada sorriso, completo,

Gravados estão em mim.

Novos reencontros?

Com absoluta certeza!


[28.08.2008]

2 comments:

Anja Rakas said...

Não vou ligar a reencontros que acontecem mais lentos que escargot na panela,
Vou te encontrar continuamente neste mundo quadrado que sao teus olhos equilateramente doces e suaves.
Reencontros...sinto falta deles.
bjs

NAELA said...

Beleza pura, palavras que se reencontram tornando este poema mais intenso, que rasga a alma e o tecido do corpo!
Mil beijos, mil aplausos