Thursday, 13 November 2008

Uma mudança no fundo do coração

Uma reflexão muito boa sobre mudanças, do "Livro Tibetano do viver e do morrer" de Sogyal Rinpoche.

...Mas como pode ser difícil voltar nossa atenção para o nosso interior! Com que facilidade permitimos que nos dominem nossos velhos hábitos e padrões estabelecidos.
...Podemos idealizar a liberdade, mas quando se trata dos nosso hábitos, somos completamente escravizados.

Ainda assim, a reflexão pode gradualmente trazer-nos a sabedoria. Percebendo que caímos com frequência em arraigados padrões repetitivos de comportamento, começamos a ansiar por nos livrarmos deles. Podemos, é claro, recair neles muitas e muitas vezes,mas lentamente podemos emergir até a mudança acontecer.
O seguinte poema fala a todos nós. Chama-se "Autobiografia em Cinco Capítulos".

(1)
Ando pela rua
Há um buraco fundo na calçada
Eu caio
Estou perdido...sem esperança.
Não é culpa minha.
Leva uma eternidade para encontrar a saída.

(2)
Ando pela mesma rua
Há um buraco fundo na calçada
Mas finjo não vê-lo.
Caio nele de novo.
Não posso acreditar que estou no mesmo lugar.
Mas não é culpa minha.
Ainda assim leva um tempão para sair.

(3)
Ando pela mesma rua.
Há um buraco fundo na calçada
Vejo que ele ali está
Ainda assim caio.... é um hábito.
Meus olhos se abrem
Sei onde estou
É minha culpa.
Saio imediatamente.

(4)
Ando pela mesma rua.
Há um buraco fundo na calçada
Dou a volta.

(5)
Ando por outra rua.

[Por: Rafael Brito]


2 comments:

Quebra Ossos said...

Amiga aqui fica um texto de fernando pessoa que amo:
"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos."
Fernando Pessoa
BJS

o casalqseama* said...

a mudança, às vezes dá medo, mas é necessária!


bjs da fê =D