Sunday, 2 November 2008

Presa de Mim

Desta vez caí na mesma teia consciente...

Sempre sabendo onde ia e como ia.

Desta vez não há culpas, nem ao álcool e nem ao momento.

Não sei o que faço.

Só sei que quero continuar onde estou e como estou.

Num lugar calmo,

Num plano delicioso,

Numa dimensão sorridente.

Quero continuar neste estado de embriaguez absoluta e crónica.

Uma embriaguez virtual, ligeiramente forte, mas doce e sossegada.


[28.08.2008]


3 comments:

doiSabores said...

Estar presa conscientemente é melhor do que estar por culpa de outras pessoas...
Beijos saborosos

Fernando Rodrigues said...

Ser presa por vezes também é optimo não achas?
bigada pelas beijokas

beijinhos ternurentos

Fernando

carteirodopoente said...

♀ Venus ♀
obrigado pela visita
beijos
tadeu