Wednesday, 12 November 2008

Sem Titulo

Contigo não preciso ter

Basto ser

Ao teu lado sou

E sempre estou

Os meus teres não te contam

Os meus dizeres importam-te

Como em Agosto,

Partilhamos o mesmo gosto

O gosto pelo viver

O gosto pelo prazer


[04.11.2008]


4 comments:

Baraújo said...

"Partilhamos o mesmo gosto
O gosto pelo viver
O gosto pelo prazer"

e que predure...

AugustoMaio said...

Como em Agosto
(se houvesse inverno no Índico ainda tinha sol)
muito bem posto.
Tem-se o que se é. E isso (é o que) vale.

Gosto em re-ver o Blog.

Nanda Assis said...

uau lindo mesmo este texto

Bichinho said...

Tão bom...beijo fantasma