Friday, 3 October 2008

A Magia em Nós

Não posso crer que me fazes sentir o que sinto

Que o pouco tempo que tivemos

Os poucos momentos furtivos vividos

Os rápidos toques, olhares e falas quase mudas

Tenham sido tão intensos, tão poderosos

Ao ponto de me fazerem perder o equilíbrio

De me fazerem deitar e acordar a pensar em ti

E nesse intervalo, me fazerem sonhar contigo

Com o toque da tua pele na minha

Os teus lábios nos meus

O olhar profundo em mim

Tuas palavras libertadas no meu ouvido

Como sussuros, como sopros de um assobio


Não quero crer que tu

Um simples ser de sentimentos contraditórios

Que me estejas a fazer viver

Um dos sentimentos mais lindos e encantadores

Que a natureza nos proporciona

Sinto-me iludida

Mas a cada palpitação do meu coração por ti

A realidade cai em mim

E eu caio de quatro para ti


Não quero crer que tudo isto é real

Que na ausência do arrependimento

Na presença da distância

Encaro com delicadeza e com um fio de receio

O que me poderás proporcionar

Em todos os minutos que nos esperam

Que nós nos fundiremos em todos os sopros de nossa respiração

Libertando o perfume que o nosso sentimento gera.


Mas posso crer

Que em cada palavra registada

Que em cada suspiro

E em cada bafo no ar

Está marcada a unicidade que é o que sentimos.

O encanto que transmitimos

E a magia que somos nós.

Que sem quer e sem sabermos

Eu e tu... estava escrito!


[29.09.2008]


Foto: Venus Sexy Mouth

1 comment:

Nanda Assis said...

linda declaração de amor. acho que o amor tem que ser esxpressado de todas formas.

bjosss...