Friday, 29 August 2008

Ser Perfeito Na Imperfeição

Quando já nada é intacto nem mesmo o teu tacto,
Páro pra pensar e apercebo-me que nada era um facto consumado...
E que nem tudo é exacto.
À primeira olhei, sufoquei e quase estrangulei.
Sofri, menti, omiti e fui imperfeito por ti.
À segunda saltei a primeira e passei para a terceira.
E a iniciativa foi bem certeira.
Nada do que vía, vivía ou sentía fazía sentido.
Era tudo obscuro e escuro eu já não aturo.
Não preciso do night-club nem do fight com visão ciclópica dos óculos escuros.
Vem a faca e pica, cai e fica.
Quero luz, quero day light e andar pelo porto no sight-Seeing pra conhecer e aprender com o melhor que tenho e posso ter.
Andar pelas ruas da minha calçada a ajeitar os para-lelos...
E a criar elos cada vez mais fortes e a estampar selos.
Por onde passo deixo a minha marca e nada que tenha a ver comigo me farta.
Não tenho medo do amanhã, olho com confiança e com emoção...
Porque esses dias são o meu futuro com pressão.
Mas sería uma ilusão pensar numa vida sem agitação ou complicação.
Tenho ousadia, sou irreverente e às vezes arrogante...
Mas nunca incoerente ou intransigente com pontos de vista coerentes,
Ou com mentes com conteúdo que vivem toda a vida a querer serem diferentes.
A mim não me compete alterar o que não se altera.
Cada um é dono de si e tem como missão ligar-se à terra.
Não sou anjo, não sou perfeito, mas sou diferente, porque quero ser.
Ser que vê, olha e observa e que não se enerva com o que é diferente da minha diferença,
E que não me interessa, porque tou-me nas tintas pra quem não quer ser alguém.
Ninguém é igual a ninguém nem tem que ser.
Preocupo-me com quem quer ser o ser que luta e nunca sorri pra fuga.
Preocupo-me com a criança que quer chutar os problemas da vida.
Mas ninguém é de ninguém e somos todos eus diferentes.
Cada um tem que viver a sua vida por dentro.

Texto do: Maurinho

-----------------------

[O título é da minha autoria.]

3 comments:

Anja Rakas said...

Interessante.
A muito que não lia tanta rima...
E a muito que não era tão simples e fácil de digerir.
Mas....atenção..há um mas..
O mas do enredo textual, o mas de finalmente ter lido algo que diz na perfeição o que tenho andado por aqui a falar...ser perfeito na imperfeição...
Babe, o Maurinho escreveu...
Beijus

Maldita Futebol Clube said...

Somos todos perfeitos nop nosso próprio jeito imperfeito de ser, bela reflexão em versos de rima e prosa bem contados. parab´nes!

Anonymous said...

:)

que honra!
beijinho

[mauro]