Wednesday, 27 August 2008

Marcas

Mais duas tatuagens gravei no meu humilde e avantajado corpo,

Marcas de “cenas” unicamente minhas.


A primeira: EU.

A única palavra que me identifica como pessoa, ser, corpo e alma.

Numa língua que me leva de voltas às minhas origens.


[Cravada em 19.07.2007]







E a seguir a mulher que sempre foi.


[Cravada em 26.08.2008]







Finalmente a Estrela que sou!


[Cravada em 26.08.2008]





Mais duas marcas dolorosamente gravadas,

E em sangue vi-me nelas reflectida.

Delas jorrou sangue,

O sangue de um ser sofrido e profundamente amado,

O sangue de um anjo tsunami.

Sim, porque sou ambos na medida certa.


Mais duas marcas foram cravadas,

Para sempre ficarão,

E para sempre as reforçarei em meu ser com meu actos.


[26.08.2008]

3 comments:

♀ Venus said...

Depois de velha começei a fazer tatuagens, tststsss...
Será que a meia-idade chegou mais cedo? Ou será da TPM? Ou da menopausa? ahahahah...
Bom, não importa... O facto é qeu já estão lá e dali não saiem, nem a laser.

Anja Rakas said...

Haaaaaaaaaaaaahahahahah
Voce nem avisa...MATRECA...eehheheheheheeheheheh....babe....amanha vou ver in loco.
Um bj

Diva said...

Hehehe... eu tbem tenho 3.
1(dois golfinhos) nas costas que fiz aos 18 anos. Um pleno acto de rebeldia. Tenho uma borboleta no tornozelo que fiz aos 22 quando fui mae. E a ultima no pescoco, outra borboleta fiz este ano. Elas sao viciantes. Cuidado...
Bjs meus