Friday, 22 August 2008

Adeus...


Não fazes favor nenhum

Em gostar de alguém

Nem eu, nem eu, nem eu

Quem inventou o amor

Não fui eu

Não fui eu, não fui eu

Não fui eu nem ninguém

O amor acontece na vida

Estavas desprevenida

E por acaso eu também

E como o acaso é importante querida

De nossas vidas a vida

Fez um brinquedo também

Dorival Caymmi


[30 de Abril de 1914 - 16 de Agosto de 2008]


----------------------------------------------------------------------------------------------

"Ninguém mais cantará a Bahia do mesmo jeito..."


2 comments:

O Sussurrar do Corpo said...

Um sussurro...

Diva said...

Grande perda para a arte dos sentigos. A musica.
Bjs meus