Thursday, 19 June 2008

Hoje e o tempo estava fechado, nublado e chovendo... Sem vento, mas muito convidativo para um ambiente caseiro, quente, aconchegante e na companhia daquela pessoa especial... Para fazermos tudo o quisermos: ver filme comendo pipoca embrulhados num cobertor, tomar banho de imersão com um vinho tinto, brincar de regar o corpo da pessoa com todos molhos que encontrarmos em casa, inventarmos novas posições sexuais, fazer sexo sem olhar para o relógio... Enfim, tá um dia para estar em casa com ele, e fazer tudo com ele.

Com este pensamento em mente, lembrei de uma palavras que escrevi a algum tempo atrás, que expressavam o verdadeiro sentimento que está a tomar conta de mim neste momento. Aí vão elas, para vocês:

Sexo, sexo e mais sexo...
Eu quero sexo, como quero água.
Eu quero viver pro sexo, como vivo pra mim mesma.
Esse sexo, o meu e o teu,
Que nos afasta e atrai...

Eu quero esse sexo, o teu sexo,
Selvagem e podre.

Sexo???
Eu quero sim!

Só se fôr agora!!!


[28.03.2008]

2 comments:

Anja Rakas said...

Porque sexo podre?
Porque não porco?
Hehhehehe la estou eu de novo...babe ando a divagar muito...porque será?!
Confesso que vou mesmo para casa render-me ao que escrevestes...mas com uma só diferença...Sem Ele.

Beijão

o casalqseama* said...

belo clima paea esta ordem: sexo!!!

bjs gostosos,
casalqseama*