Wednesday, 9 April 2008

♀ Um Desabafo: Cobardia, Problemas e Erros... ♀

Resumindo, coisas da Vida...
Ontem, fiz um post ∂ Negativismo é Bom ∂. Este texto foi escrito a mais de um ano (no final dele tem a data)... Sobre o texto, alguém fez um comment que me irritou profundamente. O que me deixou furiosa foi, a pessoa ter lido o texto, tirado as suas conclusões absurdas (pois nada sabe da minha vida), comentado e ainda atrever-se a dar-me conselhos, isso tudo sem se identificar.
Não havia necessidade!!! Esconder no anonimato é sinal de cobardia. Cobardia é sinónimo de fraqueza intelectual, é uma falha grave na personalidade de alguém. É assumir que não se tem coragem de ser sincero, é assumir um lado negro, mau, negativo e obscuro no nosso modus vivendis. Odeio a cobardia!
Não estou numa fase negativa, NÃO!!... O texto é de uma fase negativa, bem curta por sinal.
Não vivo o negativo, vivo o positivo, a alegria, o amor, o riso, a felicidade. Faço questão de me rodear de pessoas positivas, bonitas por dentro, pessoas sem maldade (é muito difícil nos dias de hoje), mas é assim que vivo. Muita gente não entende isso, mas quem sabe da minha vida sou eu. Acreditem, vivo muito bem assim.
Quando estou mal, triste, doente, ou com outro sentimento ou sensação negativa, evito estar com pessoas, pra não passar isso pra elas, escolho sempre ficar em casa.
Sei que é difícil ser-se uma pessoa sem problemas e sempre bem disposta, mas tento resolver os meus com muita calma e sempre mantendo a positividade em mim. O que tento passar pra todos, sem custo algum, é o bem, o bom...
Claro que nessas vivências vou comento erros, mas os erros fazem parte da nossa vida... Viver é saber viver com os erros e tirar lições deles, sem os cometer de novo. Quem comete o mesmo erro mais de uma vez, propositadamente, é uma pessoa que não vive, é uma pessoa fraca de intelecto, socialmente desajustada.
Há erros que podemos cometer propositadamente, mas há uns que não. Quem os comete, sinceramente, deveria procurar ajuda profissional.
Eu cá por mim, assumo-me como uma pessoa fora do normal (esse padrão que não sei quem ditou), mas sou muito feliz na minha loucura, e cheia de vontade de viver.
[09.04.2008]

1 comment:

NAELA said...

Wow! Linda deixo aqui os meus parabens pelo texto sincero e tao cheio de verdades, ainda estou arrepiada!
Fica aqui o meu carinho;)