Thursday, 31 July 2008

A Saudade que Sinto

A saudade que sinto por ti muitas vezes torna-me impotente.

A saudade que sinto por ti, muitas vezes reduz-me a um mero objecto com vida que deambula pelas veredas desta terra tropical.

A saudade que sinto por ti, faz-me perder de mim mesma.


Que fazer quando a saudade bate a porta?

Que fazer quando a saudade nos sufoca faz perder o ar?

Que fazer quando a saudade acumula e nos estrangula o coração?


Essa saudade que insiste em nos afastar...

A distância que nos separa é a mesma distância que nos torna mais um do outro.

Não sei que fazer para matar a saudade que tenho de ti...

Não sei o que fazer para saciar a vontade louca que tenho de sentir o teu batimento cardíaco na minha pele, de jorrar tua essência de dentro do meu corpo...


Ver-te seria maravilhoso...

Estar contigo seria ideal...

Sentir, huuu... seria o exibílis.

Mas ouvir-te, seria o suficiente.

Só sei que um sinal teu seria o bastante...


Só sei que, vou te amar para toda a minha vida...

Apaixonadamente...

Em cada palavra minha...

Em cada canto...

Em cada movimento e momento...

Sei que te vou amar cada dia mais.


[31.07.2008]


1 comment:

Nanda Assis. said...

delícia de leitura. olha, de tudo que já senti, o pior de todos foi a saudade.
não tenho medo da dor, nem da solidão mas da saudade...
bjosss...